As embalagens cartonadas para bebidas feitas com alumínio certificado pela ASI em breve chegarão às prateleiras dos supermercados pela primeira vez graças à certificação ASI da SIG – uma novidade do setor.

A maioria das embalagens da SIG inclui uma camada de barreira ultra-fina de folha de alumínio (dez vezes mais fina que um cabelo humano) para proteger o conteúdo de luz e oxigênio, e manter produtos como leite ou sucos de frutas seguros e nutritivos.

Nosso objetivo é obter todos os nossos principais materiais de fontes responsáveis certificadas e a nova certificação da Aluminium Stewardship Initiative (ASI) visa aumentar a responsabilidade e a rastreabilidade em toda a cadeia de valor do alumínio..

Nossa certificação ASI significa que os clientes podem rastrear a folha de alumínio nas embalagens SIG desde a compra e processamento responsáveis da matéria-prima até a produção responsável das embalagens cartonadas acabadas.

Mas o que significa isto na prática?

Para os recursos naturais

O alumínio é o metal mais abundante da Terra. Mas não o encontrará pronto para usar. Tem de ser extraído do minério de bauxite encontrado em países como a Austrália, Brasil, Guiné, Índia e Jamaica.

A bauxita é normalmente encontrada muito perto da superfície da Terra, por isso a forma mais eficaz de a extrair é cortando a rocha do solo uma camada de cada vez. Esse tipo de mineração a céu aberto usa grandes extensões de terra, por isso é importante mitigar qualquer impacto potencial sobre a biodiversidade. Os requisitos da ASI sobre isso incluem avaliações de risco de biodiversidade antes do início da mineração e reabilitação de habitats após o fechamento de uma mina.

São necessárias entre quatro e cinco toneladas de bauxite para produzir uma tonelada de alumínio puro. Os restantes resíduos de bauxite devem ser cuidadosamente controlados para evitar a sua lixiviação para o ambiente. As fundições onde o alumínio puro é extraído do óxido de alumínio também geram muitos resíduos, mas muitos deles podem ser utilizados como matéria-prima para outras indústrias, incluindo na produção de betão, ferro fundido e ligas.

A produção de alumínio utiliza muitos recursos naturais. Mas uma vez produzido, pode ser reutilizado uma e outra vez porque é reciclável.

Nós garantimos que todas as embalagens cartonadas da SIG possam ser totalmente recicladas após o uso. Isso significa que a camada ultra-fina de alumínio que entra na maioria das nossas embalagens pode ser usada novamente na fabricação de novos produtos, como móveis ou peças para automóveis.

Também estabelecemos parcerias com as partes interessadas para apoiar o aumento da recolha e reciclagem de embalagens de cartão após utilização através de projetos locais para melhorar a infraestrutura e aumentar a sensibilização dos consumidores. Nosso apoio à reciclagem teve um papel importante na obtenção da certificação ASI da SIG.

A reciclagem do alumínio também reduz significativamente o seu impacto nas alterações climáticas, utilizando apenas 5% da energia – e 5% dos gases com efeito de estufa – necessária para extrair novo alumínio da bauxite.

Para as alterações climáticas

É necessária muita energia para produzir alumínio. Primeiro, a bauxita é aquecida e dissolvida em soda cáustica para remover outros elementos indesejáveis no minério. Esta produz óxido de alumínio (alumina). O alumínio puro é então extraído da alumina através de electrólise a temperaturas muito elevadas.

A utilização intensiva de energia envolvida na produção de alumínio pode resultar em níveis elevados de emissões de gases com efeito de estufa (GEE). Algumas fundições utilizam energia renovável, como a energia hidroelétrica, para ajudar a reduzir este impacto climático. Mas, em média, cerca de 12 toneladas de equivalente de CO2 são emitidas por cada tonelada de alumínio produzida.

As siderúrgicas certificadas pela ASI estão empenhadas em atingir uma taxa de menos de oito toneladas de equivalente de CO2 por tonelada de alumínio produzida até 2030, e as novas siderúrgicas que iniciarem a produção após 2020 devem atingir este objectivo antes de poderem ser certificadas.

O impacto climático das fundições é um foco especial para a ASI, pois elas representam cerca de 80% das emissões de GEE de toda a indústria de alumínio no mundo. Mas todas as empresas certificadas pela ASI – em todos os estágios da cadeia de valor – devem mostrar que estão comprometidas com o combate às mudanças climáticas, estabelecendo metas para reduzir suas emissões.

O objetivo é apoiar os esforços globais para manter as temperaturas médias globais abaixo dos 2°C – ou mesmo 1,5°C – acima dos níveis pré-industriais, em conformidade com os dados científicos mais recentes e com o Acordo de Paris sobre as alterações climáticas. As metas da SIG para reduzir as emissões operacionais de GEE e dissociar as emissões da cadeia de valor do crescimento foram aprovadas pela Science Based Targets Initiative.

Para as pessoas e comunidades

A certificação ASI não é apenas sobre o meio ambiente. É sobre pessoas e comunidades também.

As empresas certificadas devem respeitar os direitos humanos de todas as pessoas afetadas por suas atividades. Isto inclui a defesa dos direitos trabalhistas fundamentais dos trabalhadores em todas as fases da cadeia de valor – desde o fornecimento de condições de trabalho seguras e saudáveis até o pagamento de um salário digno que atenda às necessidades básicas dos trabalhadores..

As operações de mineração, particularmente a céu aberto em grandes áreas de terra, podem ter um grande impacto sobre as pessoas que vivem nas proximidades. Os padrões da ASI estabelecem requisitos de boas práticas para consultar as comunidades locais, respeitar os direitos e o patrimônio dos povos indígenas e obter consentimento livre e prévio informado antes do início das operações de mineração.

As minas certificadas pela ASI também devem tomar medidas apropriadas para prevenir e abordar quaisquer impactos adversos sobre os meios de subsistência da comunidade e evitar o deslocamento quando possível. Quando isso for inevitável, um plano de reassentamento deve ser desenvolvido em consulta com as pessoas afetadas.

Para o futuro

Ao estabelecer padrões claros de responsabilidade na indústria do alumínio pela primeira vez, a certificação ASI tem o potencial de catalisar melhorias para as pessoas e o meio ambiente em toda a cadeia de valor.

A certificação ASI da SIG apóia nossa ambição de ir muito além do Bem, colocando mais no meio ambiente e na sociedade do que tiramos. E ela agrega valor para os clientes, ajudando a atender à crescente demanda dos consumidores por embalagens sustentáveis.

Saiba mais sobre a nossa estratégia Way Beyond Good

SIGnals

Postado por SIGnals

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *