A responsabilidade nos negócios nunca foi tão importante e está motivando um novo e ambicioso conceito de sustentabilidade – a jornada para se tornar uma empresa de impacto positivo.

A responsabilidade corporativa é hoje mais do que apenas uma iniciativa boa de se ter. É uma prioridade fundamental para pequenas e grandes empresas. Mas muitas estão levando a questão da responsabilidade ainda mais além com um compromisso de se tornarem empresas de impacto positivo.

Todas as empresas causam um impacto sobre o meio ambiente e a sociedade – alguns bons, outros ruins. Então, para ser uma empresa de impacto positivo você precisa devolver mais para a sociedade e o meio ambiente do que tira deles.

Para conseguir isso, uma aliança de companhias chamada Net Positive Project, da qual a SIG faz parte, está trabalhando para criar um impacto mais positivo sobre o planeta. Eis um esboço de seus princípios básicos e como estamos atendendo-os:

1.Princípio Material: foco no que importa mais

As estratégias net positive se concentram nos maiores impactos que uma organização tem sobre a sociedade e o meio ambiente, assim como suas potencialidades futuras. Estes são definidos por grupos de interesse internos e externos e levam em consideração toda a cadeia de valor da companhia. Todas as questões materiais precisam ser consideradas em uma estratégia net positive. Portanto, um impacto positivo sobre uma área, como água, não pode ser compensado pelo impacto negativo sobre outra, como as mudanças climáticas.

Averiguamos o impacto ambiental de nossas embalagens cartonadas com uma série de avaliações críticas de ciclo de vida (LCAs) independentes e com a certificação ISO, para assegurar que entendemos os impactos potenciais das emissões e uso dos recursos sobre os ecossistemas, recursos naturais e saúde humana.

Os resultados da LCA mostram que o maior impacto e nossas embalagens no ciclo de vida vem da produção de matérias-primas. A extração e refino de três componentes de uma embalagem cartonada – o papel cartão cru, os polímeros e as películas de alumínio – respondem por quase metade das emissões dos gases do efeito estufa e dois terços dos recursos fósseis associados ao ciclo de vida da embalagem. E comparado ao papel cartão cru, a produção dos polímeros e das películas de alumínio resulta em mais gases do efeito estufa e consome mais recursos fósseis.

É por isso que estamos trabalhando duro para criar estruturas de cartão inovadoras como a EcoPlus, que  dispensa o alumínio, e a SIGNATURE PACK, a primeira embalagem cartonada asséptica 100% atrelada a matérias-primas renováveis, para minimizar ainda mais o impacto ambiental da SIG.

2. Princípio Regenerativo: criar um impacto sustentável de longo prazo 

Revitalizar a natureza, apoiar comunidades e melhorar o bem-estar das pessoas: estes são os principais objetivos em se tornar uma empresa de impacto positivo. Isso gera benefícios de longo prazo em que os impactos positivos criados em uma questão material superam as pegadas negativas de uma empresa sem danificar outras áreas materiais. Portanto, embora se transformar num empresa de impacto positivo seja uma jornada, em que progressos são alcançados, reduções ou melhorias claras são mais importantes.

Nossas embalagens cartonadas possuem um DNA regenerativo, uma vez que sua principal matéria-prima é o cartão para embalagem de líquidos (LPB), feito de recursos renováveis. Em 2009, iniciamos uma jornada com o Forest Stewardship Council (FSCTM código de licença de marca: FSCTM C020428), assegurando que os recursos usados em nosso papel cartão cru não só é renovável, como também coberto por uma certificação que garante os mais elevados padrões ambientais e sociais.

Como resultado disso, a SIG se tornou a primeira fabricante de embalagens cartonadas a ter a certificação FSC em todas as suas unidades de produção e unidades de vendas espalhadas pelo mundo. Ao mesmo tempo, fomos os primeiros a assegurar que 100% de nosso suprimento global de LPB vem de fábricas de papel certificadas pelo FSC. Em 2016, mantivemos a dinâmica do fornecimento responsável ao nos tornarmos a primeira, e por enquanto única, fabricante de embalagens cartonadas que pode vender 100% de seus cartões com o selo FSC. Em 2017, aumentamos de 70% para 89% a oferta mínima de papel cartão para líquidos produzido a partir de madeira de florestas com a certificação do FSC. E em 2020 queremos ter 100% de nossas embalagens carregando o selo FSC como parte dos esforços globais para garantir o crescimento das florestas.

Como parte dos nossos esforços para substituir componentes de embalagens não renováveis, por alternativas renováveis e de fontes responsáveis, conseguimos um feito importante em 2017 com a nossa SIGNATURE PACK – a primeira embalagem cartonada asséptica atrelada a recursos totalmente renováveis via certificação de balanço de massa.

Em aplicações em que ainda não temos uma alternativa renovável para a película de alumínio, na embalagem asséptica padrão, fazemos parcerias com nossos fornecedores para estabelecer o fornecimento responsável e a gestão dos materiais. Com nossa parceira na cadeia de valor, Amcor, estamos no momento avaliando até onde nossa cadeia de fornecimento completa atende o padrão de desempenho da Aluminium Stewardship Initiative.

3. Princípio Sistêmico: Influência muda sistemas inteiros

Ter um impacto positivo não só motiva mudanças positivas na cadeia de valor de uma companhia, das matérias-primas ao descarte de produtos, como também influencia sistemas sociais, ambientais e econômicos de uma maneira mais ampla. Mas, sozinha, uma organização não conseguirá criar a sustentar resultados sociais e ambientais positivos. Então, dado o escopo desses sistemas, uma estratégia net positive precisa ser continuamente reavaliada para assegurar que terá o maior impacto possível.

A SIG participa de várias parcerias que garantem uma abordagem sistêmica à sustentabilidade. Apresentamos a Declaração de Vancouver na Assembleia Geral do FSC em 2017, prometendo, junto com outras grandes empresas, assegurar que o uso que fazemos das matérias-primas florestais contribui para as Metas de Desenvolvimento Sustentável (SDGs) da Organização das Nações Unidas (ONU).

Junto com a IKEA, também apoiamos o lançamento da Iniciativa de Bonn do FSC na conferência global do clima COP23, que visa desenvolver metodologias que quantifiquem os benefícios da certificação do FSC. O objetivo é permitir a empresas e governos entender melhor o papel do manejo responsável de florestas no abrandamento das mudanças climáticas.

A SIG promove padrões éticos elevados entre todos os seus fornecedores e os encoraja a estabelecer metas de impacto positivo. Em 2017, foi com prazer que recebemos a Divisão de Cartões para Consumo da Stora Enso, um de nossos principais fornecedores de cartão para o envase de líquidos, como membro do Projeto Net Positive.

4. Princípio da Transparência: compartilhar o progresso de maneira aberta e honesta

Uma estratégia net positive exige ação, progresso e aferição que sejam claros, confiáveis e de fácil acesso em termos de comunicação. Em resumo, as companhias precisam ser abertas e transparentes. Os relatórios sobre atribuições dos impactos materiais – positivos e negativos -, precisam ser mensuráveis e demonstráveis, e, onde possível, verificados de maneira independente. Isso ajudará a motivar a consistência e o aprendizado em todas as organizações.

Em 2016, a SIG publicou seu primeiro Relatório de Responsabilidade Corporativa, delineando nossa aspiração WAY BEYOND GOOD. Ele descreve os sistemas que implementamos para gerenciar questões materiais, sociais e ambientais, estabelece nossas metas específicas para o futuro e informa sobre nosso desempenho corrente. O relatório foi produzido de acordo com as diretrizes da Global Reporting Initiative, incluindo garantia limitada da PwC.

Nossa plataforma de blog SIGnals, enquanto isso, nos permite comunicar as ações e o progresso de uma maneira mais engajada e acessível. Aqui, você encontrará uma série de artigos que lançam uma luz sobre a SIG, explicando o que fazemos, por que fazemos e o que aprendemos.

Quer saber mais sobre ser uma empresa de impacto positivo? Contate-nos agora ou leia mais sobre nossa visão net positive chamada WAY BEYOND GOOD.

SIGnals

Postado por SIGnals

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *